Dicas essências para montar uma estética e que estão no seu plano de negócios

Publicado em Artigos

O empreendedor do ramo de estética deve seguir as normas da vigilância sanitária. A legislação para este tipo de negócio exige que haja um médico especializado no ramo de estética e beleza para autorizar e realizar cirurgias reparadoras como as cirurgias plásticas.

Mercado
O mercado da estética é um setor que vem crescendo até 30% ao ano. As grandes empresas encontraram um meio eficaz de expansão através das franquias. Essa estimativa se deve também, à procura masculina por tratamentos de beleza.
Uma clínica estética presta serviços de beleza como, limpeza de pele, massagem estética, massoterapia, podologia e outros. O empreendedor pode procurar os cursos do SENAC para se especializar em alguns tipos de tratamento.

Concorrência
Com a abertura das inúmeras franquias de estética e salões de beleza, que implementam constantes tratamentos como forma de crescimento, observar a concorrência é vital para estar sempre à frente do mercado. Para tanto, visite feiras, esteja por dentro de novas técnicas e novidades em equipamentos e, esteja em constante inovação.

Abertura da empresa
Para a abertura de empresa de uma clínica estética, o empreendedor necessitará do alvará de vigilância sanitária e, a estrutura do local deverá obedecer a algumas exigências da lei como, paredes claras e lisas, altura mínima de 2 m entre as divisórias, lavatórios e banheiros masculino e feminino, chão liso e, dependências exclusivas de tratamento, masculino e feminino. Os banheiros também deverão ser independentes.

Você irá precisar de
Equipamentos: Os equipamentos estéticos necessários para se montar uma clínica estética de qualidade varia de acordo com o tamanho do planejamento do negócio e as necessidades de aparelhos como, massageadores, aplicadores de calor e frio, macas, bancos, cadeiras, cosméticos, carrinhos auxiliares, lupas, luzes para cromoterapia, estufas, balanças, linha térmica, pincéis, máscaras descartáveis, espelhos, aparelhos para manicure etc. Além de, computador, telefone/fax, móveis para escritório e outros.
Estrutura: Cada sala de atendimento não deve ter menos que 10 m².Os ambientes masculinos e femininos devem ser separados e, a estrutura do local deve obedecer às normas da legislação para clínicas estéticas.
Localização: Grandes bairros, ou centros, shoppings e locais preferencialmente frequentados por famílias, são uma boa opção.Prefira locais acessíveis e se possível com estacionamento.
Investimento inicial: Aproximadamente R$50 mil.
Retorno: 2 ou mais anos.
Funcionários: Serão necessários 4 ou 5 funcionários.Sendo um recepcionista ou o dono.

Dica: A propaganda é feita boca a boca. Serviços de manicure podem ser terceirizados, o empreendedor permite à esteticista um local de trabalho e ganha uma porcentagem sobre seus clientes atendidos no dia.
Oferecer produtos cosméticos de beleza também pode ser uma boa opção.

Fonte: franquiaempresa